ChásMedicinaisPlantasremédios caseiros

Erva-mate principais benefícios e preparação

Planta nativa da América do sul a erva-mate é uma planta medicinal em que os seus benefícios são conhecidos desde a antiguidade, neste artigo saiba quais são...

Planta nativa da América do sul a erva-mate é uma planta medicinal em que os seus benefícios são conhecidos desde a antiguidade, sendo utilizada até hoje principalmente na forma de bebida não alcoólica. Apresenta um fino caule de cor cinza, folhas ovais e frutos pequenos de coloração verde ou vermelho-arroxeado.

A árvore de mate é uma planta subtropical que cresce até uma altura de 18 metros e exige uma boa precipitação, podendo suportar temperaturas de até -6 graus celsius. Floresce entre os meses de setembro a dezembro e a sua frutificação ocorre de janeiro a março.

Proporciona diversos benefícios, pois possui uma grande quantidade de nutrientes que são essenciais para a saúde do nosso organismo.

O nome científico é Ilex paraguariensis e pode ser comprada seca ou em forma de gotas em lojas de produtos naturais, no supermercado ou em lojas online.

As folhas da erva-mate passam por diversos estágios de processamento, incluindo sapeco, secagem e beneficiamento.

Propriedades da erva-mate

Possui cafeína, teofilina, teobromina, ácidos fólicos, taninos, minerais e vitaminas A, B1, B2, C e E, por este motivo atua como antioxidante, diurético, laxante suave e estimulante. A erva-mate possui também propriedades antimicrobianas e anti-inflamatórias.

Principais benefícios da Erva-Mate

Os seus principais benefícios da erva-mate para a saúde são:

  1. Estimula o organismo, melhora o humor e melhora a concentração, pois é rica em cafeína e vitaminas do complexo B, que são importantes para o bom funcionamento do metabolismo, atuando como coenzima e participando nas reações de catabolismo de nutrientes para obter energia dos alimentos que são consumidos;
  2. Atua como antibacteriano, já que atua contra o Streptococcus mutans, que são bactérias naturalmente encontradas na boca e responsáveis pela cárie. Além disso, também possui ação contra Bacillus subtilis, Brevibacterium ammoniagenes, Propionibacterium acnes, Staphylococcus aureus, entre outras;
  3. Favorece a perda de peso, pois alguns estudos indicam que retarda o esvaziamento gástrico e aumenta a sensação de saciedade. Além disso, acredita-se que pode ter efeitos no tecido adiposo, controlando alguns genes relacionados com a obesidade e os marcadores inflamatórios;
  4. Ajuda a aumentas as defesas, já que possui vitamina C, E e outros minerais que ajudam a fortalecer o sistema imune.
  5. Previne doenças crônicas, como a diabetes, já que ajuda a regular o açúcar no sangue e alguns tipos de câncer. Isso se deve ao fato de que a erva mate é rica em antioxidantes que evitam o dano causado pelos radicais livres às células, além de possuir propriedades anti-inflamatórias;
  6. Diminui o colesterol, pois é rico em antioxidantes e saponinas, os quais ajudam a diminuir o colesterol mau, o LDL, prevenindo o desenvolvimento da aterosclerose e outras doenças cardíacas com infarto ou AVC;
  7. Atua como antifúngico, inibindo o desenvolvimento de alguns fungos como Saccharomyces cerevisiae, Candida utilis, Pityrosporum ovale, Penicillium chrysogenum e Trichophyton mentagrophytes;

Para além dos benefícios descritos esta ainda pode melhorar a circulação sanguínea por conter potássio, um mineral que ajuda ao relaxamento das artérias permitindo assim a passagem do sangue de uma forma mais facilmente.

Qual a quantidade recomendada?

Estudos científicos indicam que deve ser consumido 3 xícaras de 330 mL de erva-mate por dia por até 60 dias. É seguro também beber até 1,5L por dia, no entanto não se sabe se doses mais elevadas podem apresenta toxicidade para o organismo.

Como suplemento do extrato de erva mate, a recomendação é de 1000 a 1500 mg por dia.

Como preparar

As formas de preparar a erva mate são diversas, pode ser consumido frio, quente ou combinado com alguns sumos naturais e leite.

1. Chimarrão

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de erva-mate;
  • Água fervendo.

Modo de preparação

Colocar a erva mate até a metade do recipiente, tapar com a mão e agitar por cerca de 10 segundos, deixando-a em um ângulo de mais ou menos 45º. Em seguida, colocar a água morna, umedecendo o fundo do recipiente e deixando descansar por alguns segundos.

Depois colocar o canudo metálico na área humida e apoiar sobre a parede do recipiente. Depois, voltar a acrescentar água quente no lugar em que se encontra o canudo, evitando molhar a parte de cima da erva, e beber a seguir.

2. Tereré

Erva-mate em flor

Ingredientes

  • Erva-mate q.b.;
  • Água fria.

Modo de preparação

O tereré é preparado da mesma forma que o chimarrão, mas em vez de se usar água fervente, é usada água fria.

Possíveis efeitos secundários

De uma forma geral o seu consumo da erva mate é seguro, no entanto, para quem tem problemas de insônia deve ter algum cuidado devido ao fato de conter cafeína o que pode causar insônia e dificuldade para dormir.

Contraindicações do consumo da erva mate

Não é aconselhável o consumo da erva mate por crianças, mulheres grávidas e pessoas com insônia, nervosas, problemas de ansiedade ou pressão alta, isto por a erva mate possuir grandes quantidades de cafeína.

Os diabéticos devem de consumir com a orientação de um Médico, uma vez que esta pode diminuir muito os níveis de açúcar no sangue e, assim, ser necessário realizar ajustes nos tratamentos que estejam a ser feitos.

Artigos Relacionados

Carregar mais Artigos Loading...Não há mais artigos.